6 de abr de 2017

em são paulo
hiperconexões: realidade expandida vol 3
org. luiz bras




A Editora Patuá e o Patuscada — Livraria, Bar e Café convidam todos para o lançamento da coletânea HIPERCONEXÕES: realidade expandida volume 3, organizada por Luiz Bras. Trata-se de uma super-reunião de poemas sobre o pós-humano, dividida em dois livros: Sangue & titânio e Carbono & silício. O evento será realizado no dia 8 de abril (sábado) a partir das 19h no Patuscada — Livraria, Bar e Café: Rua Luís Murat, 40 - Vila Madalena. A entrada é gratuita. Cada livro estará à venda por R$ 25 e os dois por R$ 40 (pagamento em dinheiro e cartões de débito e crédito).

APRESENTAÇÃO

Carbono & silício

Inteligência artificial ciborgues impressora 3D
engenharia genética clonagem órgãos artificiais
aquecimento global: faz tempo que a ficção futurista
virou também realidade científica
Miguel Nicolelis e a interface cérebro-computador
são assunto de publicações científicas
não apenas de contos e romances
Softwares escrevendo poemas e sonatas
são assunto de publicações científicas
não apenas de filmes e seriados
O metamaterial o grafeno o carro sem motorista
a casa automatizada a primeira expedição a Marte
as nano-sondas robóticas de Yuri Milner
o upload mental de Dmitry Itskov
a Fundação Ciborgue de Neil Harbisson e Moon Ribas
o embrião artificial criado pelos pesquisadores
da Universidade de Cambridge
tudo isso é assunto de publicações científicas
não apenas de mangás e animês
O início do amanhã é agora
O futuro já começou e os poemas aqui reunidos
tratam das maravilhas e tragédias que estão
nos envolvendo nos abraçando cada vez mais forte
Poemas que podem ser lidos como se fossem um só
Uma odisseia coletiva


Sangue & titânio

Duzentos anos atrás não existia o telefone
a fotografia o rádio o cinema a tevê
Hoje brincamos de construir realidades virtuais
Daqui a duzentos anos o que haverá?
Duzentos anos atrás não havia a anestesia geral
a lâmpada o elevador elétrico o automóvel o avião
o foguete o satélite a estação orbital
Hoje fazemos planos para colonizar Marte
Daqui a duzentos anos o que haverá?
Duzentos anos atrás não sabíamos
da existência dos micróbios
Não existia o antibiótico o transplante de órgãos
Não sabíamos da existência de outras galáxias
e a pequena Via Láctea era todo o universo conhecido
Hoje observamos o infinito e aceleramos partículas
pra saber de que é feito o universo
Daqui a duzentos anos o que haverá?
O início do amanhã é agora
O futuro já começou e os poemas aqui reunidos
tratam das maravilhas e tragédias que estão
nos envolvendo nos abraçando cada vez mais forte
Poemas que podem ser lidos como se fossem um só
Uma odisseia coletiva

HIPERCONEXÕES: realidade expandida
[ sangue & titânio ]

Ademir Demarchi + Adrienne Myrtes + Alberto Bresciani + Alexandre Guarnieri + Ana Elisa Ribeiro + Andréa Catrópa + Antony Bidart Castro + Assionara Souza + Bruno Molinero + Carla Diacov + Carlos Lineu + Carvalho Junior + Claudinei Vieira + Danielle Carbonera + Donny Correia + Eduardo Lacerda + Elisa Andrade Buzzo + Fabiano Calixto + Fabio Mariano Cruz Pereira + Fernando Marques + Flávio Viegas Amoreira + Frederico Augusto Messias Vieira + Glauco Mattoso + Jairo Pereira + Joba Tridente + Juan Vargas Rossano + Jussara Salazar + Leandro Dupré Cardoso + Lucas Verzola + Lucimar Mutarelli + Manoel Herzog + Marcelo Ariel + Márcio Barreto + Mariana Teixeira + Mary Prieto + Michel Melamed + Natália Agra + Ninil Gonçalves + Paulo Scott + Regina Junqueira Agnelli + Rodrigo Silveira + Sérgio Aral + Silas Correa Leite + Sonia Nabarrete + Tereza Yamashita + Tobias Vilhena + Vanessa Farias + Vivian de Moraes

+   +   +

HIPERCONEXÕES: realidade expandida
[ carbono & silício ]

Ademir Assunção + Adriane Garcia + Agustín Arosteguy + alberto lins caldas + Amarildo Anzolin + Ana Peluso + Andreya Luanna + Arthur Lungov + Braulio Tavares + Caco Ishak + Carlos Emílio C. Lima + Carlos Pessoa Rosa + Chris Herrmann + Clayton de Souza + Deborah Dornellas + Edgar Franco + Elaine Valeria + Esther Proença Soares + Fábio Fernandes + Fausto Fawcett + Fernando Monteiro + Francisco Erasmo da Sé + Gabriel Felipe Jacomel + Greta Benitez + Jane Sprenger Bodnar + Jorge Nagao + Júlia Moraes Gomes + Katia Borges + Leandro Rodrigues + Luciano Garcez + Ludimila Hashimoto + Marcelo Finholdt + Marco Aqueiva + Marilia Kubota + Maurício Kanno + Newton Cesar + Paulo Lai Werneck + Ray Cruz + Ricardo Miyake + Ronaldo Bressane + Sérgio Bernardo + Silvia Camossa + Tadeu Sarmento + Tiago Bode + Valerio Oliveira + Victor Del Franco

+   +   +





do mundo, suas delicadezas,
de erre amaral







se do meu púbis nascessem asas
& outros poemas, de geruza zelnys







cora dentro de mim,
com lília diniz







lavar a alma
poemas de clara baccarin
música: filipe moreau
voz: luciana barros







quanto vale ou é por quilo?,
de sérgio bianchi







em sorocaba
a literatura enquanto instrumento da educação,
com erre amaral, carvalho júnior e tonho frança







no rio de janeiro
estação das letras: estúdio da crônica,
por josé castello




A crônica parece um gênero fácil, talvez até simplista — mas definitivamente não é. Gênero anfíbio, que circula entre os diversos gêneros literários (conto, poesia, ensaio, jornalismo), a crônica é, por isso mesmo, o de mais difícil definição. E como praticar algo que não conseguimos definir? Só através da experiência e de seu debate intensivo se chega, enfim, à crônica. A ideia da experiência, aliás, é central no trabalho do cronista. Seja para "dizer a verdade", seja para "mentir", e sempre oscilando entre as duas posições, só através da prática exaustiva a crônica chega, enfim, a tomar corpo.

A ideia é de que as crônicas produzidas pelos alunos ao longo do trajeto — uma crônica para cada aluno — fiquem arquivadas à espera de novos Estúdios da Crônica, até que se constituam em um acervo sólido o bastante para justificar um livro. Ao longo do trajeto, e mesmo depois dele, os alunos serão incentivados a criar e alimentar um grupo de discussão e debates no Whatsapp, no qual o professor terá participação eventual.

Prof. José Castello – Escritor e crítico literário do suplemento Prosa & Verso, de O Globo. Autor, entre outros, de As Melhores Crônicas de José Castello, volume organizado e prefaciado para a Global Editora pela crítica literária Leyla Perrone Moisés, no ano de 2003. É, ainda, cronista regular do site Vida Breve [www.vidabreve.com.br], no qual publica as crônicas das terças-feiras.

Dias 27, 28 e 29/04, 26 e 27/05 e 29, 30/06 e 01/07 (quintas e sextas-feiras, de 18h às 21h e sábados, de 10h às 13h)

Inscrições abertas: (21) 3237-3947 ou www.estacaodasletras.com.br.

As aulas são na sede da Estação das Letras: Rua Marquês de Abrantes, 177 - Flamengo.